Conheça mitos e verdades sobre alimentos que são aliados para dentes fortes e saudáveis

Existem dentes fracos e mais propensos a cáries? Vale a pena investir em determinados grupos de alimentos para ter dentes mais fortes?

De extrema importância, não apenas para garantir um belo sorriso, investir na saúde bucal tem relação direta com a saúde do corpo como um todo. Isto porque, para garantir a boa saúde da boca é imprescindível se alimentar de maneira correta, dando preferência aos alimentos que fazem bem aos dentes. A dentista, Patrícia Gonçales Zanqueta, de São Paulo, SP, fala sobre os “mitos e verdades” que cercam este tema. Confira!

Queijos prejudicam os dentes. Mito!
Além de serem ricos em cálcio e fósforo, substâncias importantes para o fortalecimento dos dentes, contam também com a caseína, proteína com ação reparadora no esmalte dentário. Destaque para os de consistência mais dura, como o parmesão, que são ótimos aliados no clareamento dos dentes. “Isso ocorre porque o queijo aumenta a salivação, neutralizando o pH da boca, diminuindo a acidez e a deterioração dos dentes, além de auxiliar na limpeza ao eliminar os restos de alimentos que ficam presos neles”, explica Patrícia.

Carboidratos simples fazem mal. Verdade!
Arroz branco, macarrão, pão e batata. Frequentes na mesa da grande maioria das pessoas, estes alimentos aumentam a acidez bucal, criando um ambiente propício para bactérias. Optar pela versão integral é uma boa alternativa, além, claro, de escovar os dentes logo após a ingestão.

Chocolate, um grande vilão. Mito!
Apesar de rico em açúcar, existem substâncias no cacau que diminuem a inflamação e ajudam a proteger os dentes da erosão.

Morango, maçã e pera são indicados para a saúde bucal. Verdade!
O morango, além de saboroso, é um grande aliado para quem quer ostentar um sorriso branco, pois é rico em vitamina C, que combate o acúmulo de placa bacteriana, e em ácido málico, que tem efeito adstringente e previne as manchas amareladas.
Já a maçã, um alimento fibroso, auxilia na limpeza a cada mordida, além de estimular o fluxo de saliva, que além de limpar neutraliza o pH da boca, prevenindo cáries e doenças na gengiva. “As peras, com suas fibras, também contribuem para a saúde bucal”, revela a dentista.

Gomas de mascar, mesmo sem açúcar, fazem mal. Mito!
Gomas de mascar sem açúcar são recomendadas. Os dentistas indicam que elas sejam mascadas entre 15 e 20 minutos após as refeições. Estas gomas são adoçadas com xilitol, um tipo de açúcar que as bactérias existentes na boca não conseguem metabolizar. “O ato de mascá-las por apenas 20 minutos aumenta o pH da saliva em mais de cinco vezes.”

Leite e iogurte, ótimas pedidas! Verdade!
Produtos lácteos, como o leite e o iogurte, são ricos em cálcio e fosfato, substâncias que intensificam a remineralização dos dentes, tornando-os mais fortes e resistentes. Estes alimentos também elevam o pH da boca.

Nozes e castanhas prejudicam a dentição. Mito!
Os óleos que elas possuem ajudam a criar uma película sobre os dentes, que diminui a capacidade de as bactérias grudarem neles para formar a placa bacteriana e causar cáries.

Espinafre, pepino, brócolis e cenoura: grandes aliados. Verdade!
Rico em fibras, o espinafre proporciona a limpeza natural dos dentes, aumentando também o fluxo de saliva. O ácido oxálico, também presente, auxilia na absorção do cálcio, mineral importante para os dentes.
O pepino, por sua vez, atua na produção da saliva, limpando os dentes naturalmente e removendo bactérias. “Já o brócolis contém ferro e cálcio que, juntos, formam uma barreira que protege o esmalte dos dentes e, a cenoura, estimula a salivação, o que mantem a boca hidratada e ajuda a remover a placa bacteriana”, explica Patrícia, ao comentar que as hortaliças em geral contribuem para a saúde dos dentes.

Café, chá e vinho tinto. Aprecie à vontade. Mito!
Estas três bebidas contêm pigmentos que mancham os dentes. No caso do chá e do café, se forem adoçados com açúcar, também estimulam a proliferação de bactérias. Por isso, o ideal é sempre escovar os dentes após consumir estas bebidas.

Água, beba sem moderação. Verdade!
Completa, faz bem para a pele, corpo e para a boca. A água auxilia na produção de saliva, elimina restos de alimentos, mantém o corpo e a boca hidratados, além de saciar a sede, claro.

No geral
Alimentos que possuem vitaminas, sais minerais, cálcio, fósforo e níveis adequados de flúor também são importantes aliados para uma boca saudável. “Sucos, refrigerantes, águas aromatizadas, mate, dentre outras bebidas com açúcar devem ser evitadas, já que ele aumenta a acidez bucal e torna o ambiente mais propício para a proliferação de bactérias. Balas e doces, geralmente, aderem aos dentes, dificultando a limpeza.”
Segundo a dentista, os dentes mais propensos a cáries são os molares, por terem anatomia mais rebuscada, retendo, assim, mais a placa bacteriana. “Já os dentes fracos, podem ter uma característica genética mais fraca, onde a estrutura do esmalte é mais frágil”, comenta.